skip to Main Content
SAMU Regional Contabiliza Aumento De 60% Em Atendimentos

SAMU Regional contabiliza aumento de 60% em atendimentos

Trinta e dois mil, novecentos e trinta e três atendimentos. Este foi o número de ocorrências atendidas pelo SAMU Regional no primeiro semestre de 2021. No mesmo período do último ano, foram mais de 21 mil atendimentos, ou seja, um crescimento de cerca de 60% em relação ao mesmo período de 2020. Os dados foram apresentados na manhã desta quinta-feira durante Assembléia geral realizada pelo Consórcio Intermunicipal SAMU Campos Gerais (CIMSAMU) com os Prefeitos dos Municípios consorciados, no Conservatório Maestro Paulino. “Tivemos um aumento muito significativo no número de atendimentos, o que não foi diferente nos demais municípios de abrangência do Consórcio”, destacou a presidente do CIMSAMU, e prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt, enumerando milhares de vidas salvas pelas equipes do Serviço Móvel de Urgência.

Destes atendimentos, 21,61% foram classificados como emergências, ou seja, atendimentos com risco de morte e 52,01% de urgência. Além dos números de urgência e emergência, o Consórcio contabilizou os atendimentos de pacientes suspeitos ou com covid-19, o que somou 12,87% do total de atendimentos. “O número foi 210% superior ao de 2020”, elencou a diretora do CIMSAMU, Scheila Mainardes. No primeiro semestre de 2020 foram 1.365 casos, enquanto que no mesmo período de 2021 saltou para 4.240, sendo o mês de março “recordista” no número deste tipo de atendimento. Para a presidente, os serviços do SAMU são essenciais para a população, ainda mais em tempos de pandemia. “São tempos muito difíceis que estamos vivendo”, avalia.

Conforme Scheila, o aumento de atendimentos reflete o aumento da demanda dos serviços do SAMU Regional. “Hoje estamos com uma frota de 12 viaturas, sendo quatro de Suporte Avançado e oito de Suporte Básico”, contabiliza. Há a previsão do aumento da frota ainda neste ano, com a inclusão de oito novas ambulâncias que já foram repassadas pelo Ministério da Saúde e Governo do Estado, sendo cinco delas destinadas à região de Irati (4ª Regional de Saúde), e três para a região de Telêmaco Borba (21ª Regional). Em sua totalidade, o CIMSAMU deve gerir 34 ambulâncias. “Isso quando todos os municípios tiverem recebido suas viaturas, fortalecendo ainda mais o SAMU Regional”, explica a diretora do Consórcio.

A presidente destacou a importância do SAMU Regional Campos Gerais que abrange 28 municípios de três Regionais de Saúde do Estado. “Tínhamos um vazio assistencial em nossa região. O Consórcio foi criado para atender essas centenas de milhares de pessoas que estavam desassistidas”, avalia. “Estamos salvando vidas e diminuindo o sofrimento de nossa população”, completa.

Tesoureira do CIMSAMU, e prefeita de Carambeí, Elisângela Pedroso, reforçou a importância do Consórcio para os municípios. “A participação significa uma ajuda mútua dos gestores em prol da população”, destaca. O presidente da Associação dos Municípios do Centro Sul do Paraná (Amcespar), prefeito de Inácio Martins, Junior Benato enumerou as vidas que já foram salvas desde a implementação do SAMU Regional. “Nós precisamos desse serviço. Ele fornece tranquilidade aos gestores”, avalia.

Capacitação

Para o início do próximo mês, o CIMSAMU está preparando uma cartilha explicativa sobre o funcionamento dos serviços de urgência e emergência, e também a capacitação de seus profissionais. “Queremos prestar o melhor atendimento à população, por isso temos que prover de informações os gestores e capacitar as equipes”, destaca Scheila.

Back To Top